Linha Sensiplus para o Tratamento da Dermatite Atópica

 

Você tem dermatite atópica? Essa doença de pele, bastante comum em bebês e que também pode se estender durante a vida adulta, causa muita coceira, ressecamento, sensação de ardência, vermelhidão e feridas no corpo. Essa doença atinge cerca de 50 milhões de pessoas no mundo. Sendo assim, é importante ter conhecimento para iniciar o tratamento e controle precoce, com o objetivo de evitar as crises e tensões. Será que tem cura? Tem tratamento? É possível prevenir? A DERMATUS conversou com a farmacêutica Ivanilde Itaborahy, que explicou todas as dúvidas e deu dicas de produtos para auxiliar no cuidado dessa doença.

O que é Dermatite Atópica?

A Dermatite Atópica é uma doença inflamatória crônica e recidivante da pele caracterizada por prurido e lesões eczematosas, que acomete principalmente as crianças, principalmente os recém-nascidos. Seus primeiros sintomas costumam surgir após os três meses de idade, com a possibilidade de durar anos ou a vida inteira. A Dermatite Atópica possui influência genética associada a alterações imunológicas com reações alérgicas e alterações na barreira, o que favorece a mudança no microbioma da pele, aumentando a chance de infecções causadas por bactérias e fungos. Está associada a problemas alérgicos, como a asma, rinite e bronquite.

Quais são os sintomas?

A Dermatite Atópica é caracterizada pelo ressecamento da pele, com manchas vermelhas, que podem ficar esbranquiçadas com o tempo, aspereza, vermelhidão e inflamação com uma intensa coceira das áreas lesionadas.

 Aparece somente em peles sensíveis?

Não é verdade. Quem tem dermatite atópica costuma ter a pele sensível, mas isso não significa que a doença vai aparecer somente na pele que está sensibilizada. Qualquer pessoa pode desenvolver Dermatite Atópica, entretanto, a doença é mais frequente em crianças que têm histórico familiar da doença e problemas alérgicos como rinite, asma e bronquite. Dentre as causas principais, além da herança familiar, podemos ressaltar os fatores imunológicas, alterações metabólicas e fisiológicas. A pele mais ressecada, desidratada e com alterações no microbioma possui maior probabilidade de ter dermatite atópica.

Qual o tratamento?

Os hidratantes são a primeira linha de tratamento, recomendados para todas as formas da doença. O uso de hidratantes de forma adequada diminui o número de crises agudas e ainda melhora o ressecamento e também o prurido. Para que a pele fique hidratada são necessárias no mínimo duas aplicações diárias do hidratante.

Produtos Dermatus indicados para quem essa doença:

Especialmente desenvolvida para peles sensíveis ou sensibilizadas, e secas. Fórmulas suaves, dermatologicamente testadas, sem fragrância, sem corantes e com pH neutro.

Loção livre de detergência sintética. Limpa delicadamente enquanto mantém a umidade natural da pele. Substitui com vantagens o uso de sabonetes. Pode ser usado diariamente como agente de limpeza ou removedor de maquiagem inclusive na área dos olhos. Prático, não requer enxágue. Sua ação detergente é obtida através de uma substância de origem vegetal hipoalergênica. Não contém Lauril Sulfato de Sódio (irritante primário), óleos, gorduras vegetais, animais ou minerais.

Promove a limpeza da pele mantendo a hidratação natural e o pH fisiológico. Favorece o equilíbrio do microbioma cutâneo. Preserva a função de barreira da pele. Livre de silicone, sulfato, álcool, corante e parabenos. Indicado para limpeza de todos os tipos especialmente as peles sensíveis e sensibilizadas.

Contém: Ácido Lático, Ácido Hialurônico e Betaglucan em Veículo Micelar.

  • Sensiplus Loção Face e Corpo 

Protege e recupera a função de barreira. Ação hidratante e regeneradora. Previne e recupera os danos causados por agressões externas. Indicado para face e áreas extensas do corpo.

Contém: Óleo de Argan, Óleo de Oliva, Manteiga de Karité, Ceramidas, Vitamina E.

A Dermatite Atópica tem cura?

A dermatite atópica não tem cura por ser uma doença crônica, mas com o tratamento correto, é possível controlar o quadro e evitar a piora das lesões na pele. Para isso, é importante procurar um dermatologista assim que notar os primeiros sintomas da dermatite atópica ou caso tiver algum caso do problema de pele na família.

Quais os cuidados com a pele para quem tem Dermatite Atópica?

  • Tomar cuidado também com o amaciante que coloca na roupa;
  • Evitar ao máximo o uso de perfumes;
  • Evitar o contato com alérgenos ambientais, como poeira, pólen, sabonetes com perfume, produtos de limpeza doméstica e tabaco;
  • Manter a sua casa sempre limpa também é importante para não agravar as lesões;
  • Tomar banhos frios ou mornos, pois a água quente resseca ainda mais a pele, que já é seca na dermatite atópica, além de usar sabonetes antirressecamento que respeitem o pH da pele;
  • Não usar nenhum tipo de bucha;
  • O vestuário deve ser leve e as fibras das roupas ideais são macias e de algodão. Devem ser evitados tecidos ásperos, de lã e materiais sintéticos em contato com a pele;
  • Usar detergentes ou sabões líquidos e com pH neutro para lavar roupa;
  • Cobrir travesseiros e colchão com capas para minimizar os ácaros da poeira doméstica;
  • Evitar o uso de produtos cosméticos com fragrância e preferir os sabonetes líquidos suaves e com pH ácido ou neutro;

Post anterior Post seguinte


Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados